IRS – O QUE DECLARAR

IRS – O QUE DECLARAR

Saiba o que declarar no IRS e conheça todas as despesas dedutíveis no IRS. Veja também que faturas pode colocar na sua declaração de IRS.

 

Uma das dúvidas, mais recorrentes, dos contribuintes no preenchimento da declaração de IRS é o que declarar, ou seja, saber o que é passível de dedução neste imposto. No fundo, pretende-se conhecer quais os encargos que pode colocar na referida declaração para que a fatura a pagar ao fisco reduza.

 

QUE DESPESAS DECLARAR NO IRS?

As despesas que pode declarar (deduzir) para efeitos de IRS são as seguintes:

 

EDUCAÇÃO

Quer as despesas com educação, quer com formação profissional são possíveis de deduções no IRS. São dedutíveis à coleta 30% dos encargos associados. No entanto, o limite máximo para deduzir é de 760€ (mais 142,50€ para agregados familiares com três ou mais dependentes).
Veja também: como declarar propinas no IRS.

 

IVA DAS FATURAS

Uma das mais recentes novidades em matéria de deduções à coleta é o IVA de faturas. Pode deduzir, até um limite de 250€, 15% do valor total pago em IVA em despesas de restaurantes, cabeleireiros, conserto de automóveis ou hotéis.

 

SAÚDE

São certamente uma das despesas mais declaradas pelos portugueses no IRS. São deduzíveis 10% das despesas de saúde, até um limite de 838,4€ (mais 125,77€ para agregados familiares com três ou mais dependentes).

 

PENSÃO DE ALIMENTOS

Pode-se proceder a uma dedução de 20% dos valores suportados até ao limite de 419,22€ por mês e por beneficiário. Saiba mais sobre pensão de alimentos.

 

HABITAÇÃO

Pode declarar para dedução 15% dos encargos com juros de empréstimos para habitação própria e permanente (em contratos formalizados até 2011), até ao limite máximo de 296€. Já nas rendas de imóveis os contribuintes, nesta situação, podem deduzir 15% dos valores pagos até a um limite máximo de 502€. No entanto, a reforma do IRS, se aprovada, prevê que em 2015 o limite da dedução com as rendas seja de 325€, obrigando a que os inquilinos sejam uma empresa ou tenham estatuto de empresário em nome individual.

 

LARES

Aqui é permitido deduzir 25% do valor dos encargos gerais com lares e apoio domiciliário até ao limite máximo de 403,75€.

DONATIVOS

Dedução de 25% dos valores em dinheiro doados a instituições sociais, num limite de 15% da coleta para entidades não estatais. Nos donativos ao Estado não existe limite.

PPR (PLANO POUPANÇA REFORMA)

Se possui um PPR ou fundos de pensões poderá fazer uma dedução na declaração de IRS de 20% das quantias aplicadas antes da reforma, até ao limite de 300€/400€ consoante a idade do beneficiário.

OUTROS

Regime público de capitalização, seguros de saúde e de vida (com exceções).

O QUE DECLARAR NO IRS 2015

Recorde-se que uma das propostas da comissão para a reforma do IRS, a serem discutidas juntamente com o Orçamento de Estado para 2015, prevê que as deduções à coleta passem a ter um valor fixo por contribuinte.