Acórdão do Tribunal Constitucional n.º 695/2015, de 16 de dezembro

Acórdão do Tribunal Constitucional n.º 695/2015, de 16 de dezembro

Não julga inconstitucional a norma, contida no n.º 4 do artigo 19.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais, no sentido de apenas abranger os trabalhadores que integrem o agregado da entidade patronal que seja pessoa física e já não os postos de trabalho criados por entidades empregadoras constituídas sob forma societária em favor de trabalhadores integrantes do agregado familiar de algum membro dos órgãos sociais, com responsabilidade de gestão.
Acórdão n.º 695/2015, de 16 de dezembro

Ler Mais